Candidatos já podem conferir espelhos da redação do Enem 2015

Correção permite saber pontuação recebida em cada competência da prova

A candidata Carla Faroline Sousa, após a prova do Enem de 2015 com o rascunho da sua redação – 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacinais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta segunda-feira a correção da prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015. Os participantes do concurso já podem consultar o chamado espelho da redação

neste site.Fernando Lemos / Agência O Globo

Veja também

 

 

 

 

As notas da redação já tinham sido divulgadas. Mas, com o espelho, o candidato pode saber qual a sua pontuação em cada uma das cinco competências analisadas. São elas: compreender o tema proposto e aplicar conceitos de diferentes áreas no desenvolvimento do texto; utilizar argumentos de forma organizada para defender um ponto de vista; mostrar recursos linguísticos para construir a dissertação; apresentar uma proposta de intervenção para o problema estipulado; e demonstrar domínio do idioma português na forma culta.

No Enem de 2015, o tema da redação foi “A Persistência da Violência contra a Mulher na Sociedade Brasileira”. A correção foi bastante rigorosa, de forma que apenas 104 dos mais de 5,6 milhões de textos corrigidos obetiveram a nota máxima (1000 pontos). Segundo o Inep, 53.032 candidatos tiveram suas redações anuladas ou receberam nota zero.

O órgão informa que foram anuladas as redações que fugiram do tema, desrespeitaram direitos humanos ou que apresentaram algum outro problema que o Ministério da Educação informou, previamente, que não seria tolerado.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/sociedade/educacao/enem-e-vestibular/candidatos-ja-podem-conferir-espelhos-da-redacao-do-enem-2015-19494559#ixzz4BULheu7J
© 1996 – 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

1 Comments on this post

Comments are closed.