É normal que Rodrigo Maia sinta ‘comichão’ para assumir Presidência, diz FHC

 

Foto: Estadão

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou ser “muito difícil” que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não sinta um “comichão” com a possibilidade de assumir a presidência da República. “Suponho que seja uma pessoa correta, não vai fazer nada contra o presidente. Mas ele é humano. Mais que humano, é político”, disse o tucano em entrevista ao programa Roberto D’Ávila, da GloboNews, nesta terça-feira, 11. “Na vida pública, por mais que as pessoas queiram ser leais, há interesses pessoais e políticos que se sobrelevam.” Para o líder tucano, o presidente Michel Temer deve deixar a posição defensiva e partir para o ataque se quiser contribuir para a solução da crise política. “O poder começa a erodir. Não importa se as denúncias são corretas ou erradas. Não adianta fazer uma guerra de trincheira, parado”, disse na entrevista gravada na tarde desta terça-feira, 11, e exibida à noite. FHC comparou a posição atual do peemedebista à fracassada Linha Maginot, criada pelos franceses para tentar se defender da invasão da Alemanha na Segunda Guerra Mundial. “Os alemães fizeram a guerra de movimento, a blitzkrieg (na Segunda Guerra Mundial).” Leia mais no Estadão.

Estadão

Deixe uma resposta