Temer indica que reforma ministerial pode ser feita em até 15 dias

Ministros do PSDB são alvo | Foto: Sérgio Lima / Poder 360

Após meses de discussão, o presidente Michel Temer (PMDB) sinalizou a seus aliados que a reforma ministerial será feita em até 15 dias. Com ela, o PSDB deve sair do governo para dar espaços ao próprio PMDB, as siglas do centrão, como o PSD e PR, e ao DEM. Segundo informações do blog Painel, da Folha de S. Paulo, o governo destaca que essas trocas já miram a eleição de 2018, deixando para os tucanos a ideia de que eles estão sendo colocados à margem de uma aliança centrista. Atualmente, o PSDB conta com quatro ministros – Aloysio Nunes (Relações Exteriores), Bruno Araújo (Cidades) e os baianos Luislinda Valois (Direitos Humanos) e Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo)

Deixe uma resposta