Artigo – DA SÉRIE: ENSAIOS QUE NOS LEVAM A PENSAR – TEORIA GERAL DE UM CAOS PLANETÁRIO

 

 

Subsérie:  Estudos escatológicos da raça pensante que habita Gaia. Nada mais que singelas análises sobre um possível caos social, sendo este o segundo prolegômenos ao ensaio: A Sociedade Sempro.

,

TEORIA GERAL DE UM CAOS PLANETÁRIO

 

Este ensaio na forma de um prolegômenos  

é dedicado à memória do demógrafo inglês

Thomas Robert Malthus 1766-1834

 

INTRODUÇÃO

O que chamamos de lucro vai destruir a sociedade humana, sendo que a grande maioria não tem como perceber essa verdade. Os homens gostam de viver enganados a respeito da realidade da existência, tornei-me apologista de Schopenhauer por que ele repetia, até com um certo exagero, que a maioria dos homens eram idiotas, ele estava certíssimo, da mesma forma o fez Leonardo da Vinci, nominando-os de enchedores de latrinas. Leon Tolstói pensava da mesma forma, pois, também se declarava apologista das ideias de Schopenhauer, quanto, a burrice dos homens. Dos postulados destes três gênios advém a classificação dos humanos a que chamo de “manadas”, e que receberam o direito a classe de número 3 no ensaio, Antitratado da Vida Inteligente.  Por mais que tentemos fugir da realidade, dando diversas desculpas às previsões de pessoas especiais, de que não estamos indo no caminho certo! Não o conseguimos! Principalmente, por ser impossível fugir da refulgente verdade, de que a humanidade trilha um caminho tortuoso desde alguns milênios, quando adotou o lucro como alicerce e fundamento de sua existência! As previsões a que me referi não são as previsões baratas dos manadas idiotas, estas previsões baratas, recebem nomes aplicados pela crítica, como: Visão pessimista, futurismo descabido, burrice, invenção, catastrofismo barato, invencionice, etc., denominações exatamente as esperadas e apoiadas pelos financiadores da publicação dessas matérias. Que são as empresas geradoras de poluição, com subprodutos dos combustíveis fósseis. Estas previsões insensatas distorcem o senso comum e a visão do povão, levando-o a não distinguir uma previsão tola, de uma previsão fundamentada em estatística inferencial matemática, que possui um alto intervalo de confiança. Esta não distinção, leva o povão a desdenhar uma fatalidade, prevista por uma previsão séria, fato que pode nos levar a um desastre evitável, pelo menos em parte! Explico adiante, porque as previsões probabilísticas matemáticas estão completamente desacreditadas pela classe chamada de manada. O problema todo é o lucro, que virou um costume, que virou um vício, que virou a base que dá sustentação a economia planetária que atende satisfatoriamente a toda humanidade. No ensaio A Sociedade Sempro, para evitar o colapso da economia e, da sociedade como um todo, neste ensaio vai ser proposto uma modificação na sociedade atual, para que sem dores, sem traumatismo, e sem sofrimento de qualquer espécie, ela fosse modificada, e pudesse com um quinto da população atual, adotar e conviver com uma economia sem lucro, sem donos da economia, uma sociedade sem propriedade, mas, sem ser estatal, pode numa primeira vista! Parecer uma maluquice, e absolutamente inviável! Mas é absolutamente exequível, e então! A sociedade se transformaria num modelo que poderia permanecer para sempre no planeta. Com várias vantagens! Não haveria mais fronteiras alfandegárias, nem valores monetários, não haveria mais guerras, nem banditismo, nem o mal! A humanidade atual passaria realmente a ser uma humanidade. Empreguei a expressão “Teoria Geral” para nominar este ensaio na forma de um prolegômenos, por este ensaio ser realmente, tão somente uma teoria, e ser o mais abrangente possível dentro do escopo ora abordado. O nominei assim, por ser impossível conhecer o futuro! Sem que ele se transforme no presente.    

 

OS DEZ CRESCIMENTOS

1* Através dos milênios, desde quando os homens começaram a praticar o “escambo”, escambo, que evoluiu para o que hoje conhecemos como comércio globalizado, com sua representação atual máxima, na OMC Organização Mundial do Comércio, com sede em Genebra na Suíça. Este organismo controla e possibilita a existência de um intenso comércio global, sempre crescente, numa escala que atenda o crescimento dos fatores 1 ao 3 abaixo. De forma que a sociedade humana está montando para si, um futuro catastrófico através de um crescimento populacional, podemos dizer exponencial, mas, com certeza descontrolado, tudo por culpa do que chamo de fator (1), provocando o

crescimento de todos os outros fatores! Aqui citaremos somente a explosão demográfica, que é o fator (1), e os outros nove resultantes e inevitáveis fatores ou crescimentos, que se tornam descontrolados, em função dessa maldita explosão demográfica, que os governos insanos do planeta tratam como inexistente!

 

(1) Crescimento sem controle da população.

(2) Crescimento necessário da produção.

(3) Crescimento do comércio.

(4) Crescimento do consumismo.

(5) Crescimento da poluição.

(6) Crescimento da riqueza de poucos.

(7) Crescimento da pobreza de muitos.

(8) Crescimento da insensatez e da vaidade do homem.

(9) Crescimento geral e exponencial da burrice humana.

(10) Crescimento da crença no sucesso da sociedade futura.

 

Desses dez crescimentos, destaca-se dois fatores, o fator (1), gerador do descontrole dos demais, e o fator (9), que representa os antolhos do burro da carroça, (E. cabalus x E. asinus).

 

Eis a curva do crescimento exponencial demográfico da população do planeta desde o ano 0 (zero).

 

Ano 0000 – Trezentos milhões de habitantes.

Ano 1500 – Seiscentos milhões de habitantes.

Ano 1800 – Um bilhão e duzentos milhões de habitantes.

Ano 1900 – Um bilhão e seiscentos milhões de habitantes.

Ano 1950 – Dois bilhões e quinhentos milhões de habitantes.

Ano 1987 – Cinco bilhões de habitantes.

Ano 2000 – Seis bilhões de habitantes.

Ano 2012 – Sete bilhões de habitantes.

Ano 2019 – Sete bilhões e setecentos milhões de habitantes.

 

A população do ano de 1900 representa o limite que o planeta suporta sem grandes alterações na biodiversidade. Desde quando no ano de 1900, ainda não tinha desenvolvido e utilizado em larga escala os motores a explosão! Obviamente não existiam: Caminhões, automóveis, aviões, tanques de guerra, motocicletas, tratores, motosserras, navios mercantes movidos a diesel, grandes navios pesqueiros, também movidos a diesel. Portanto as florestas estavam intactas, o poder de recuperação das florestas era maior que a ação do machado bronco, ainda não existiam os plásticos, os cardumes nos oceanos ainda estavam intocados. Portanto! O limite de suporte natural da biodiversidade do planeta é de uma população de 1.600.000.000 (um bilhão e seiscentos milhões de seres humanos). Ainda sem a parafernália de máquinas utilizando os combustíveis fósseis, que só apareceram depois do ano 1900.

 

Schopenhauer em sua genialidade observava os homens, e classificava a maioria como idiotas! Estes mesmos homens de Schopenhauer dizem hoje, que o crescimento da população está sob controle. Chegam mesmo a dizer que está diminuindo! Focados em um ou outro pequeno país, que está com seu índice de crescimento populacional em declínio, uma autoridade em demografia, há uns dez anos, argumentou  que o Japão corria o risco de desaparecer em 100 anos, se não recuperasse seu crescimento populacional, aí entendi, que os três gênios estavam certos.

 

UM DESVIO DA FUNÇÃO MORAL DOS POLÍTICOS

2* A inteligência do homem atual está cem por cento voltada para o desenvolvimento de um exacerbado crescimento do empreendedorismo da juventude, dirigido principalmente para o setor econômico, na área de prestações de serviços, comércio e vendas! Naturalmente voltadas para o consumismo! Da produção industrial nem se fala! Talvez! Por absoluta carência de capital. Ninguém consegue ver que este modelo de empreendedorismo, puxa a produção de bugigangas para o alto? Cada novo empreendedor que alcançar um relativo sucesso para criar uma família contribuirá com dois novos humanos. Este é exatamente, o setor da atividade humana que nos levará a uma superpopulação, que, por sua vez, nos levará aos dez crescimentos citados acima. Superpopulação esta, que inevitavelmente nos levará ao caos. A humanidade nos últimos tempos tem afunilado o número de pessoas especiais e inteligentes que guiam o desenvolvimento da humanidade para o bem! O que se pode ver e notar é o crescimento do número de doutores “Silvanas da vida”, que vem aumentando de forma exacerbada. O mal está crescendo de forma assustadora! Observem a banalidade com que os grupos terroristas tratam a vida! Inclusive a deles! No mundo tornou-se comum ser voltado para o mal, observem os novos grandes bilionários das nações subdesenvolvidas, juntam imensas fortunas em detrimento do bem-estar das populações pobres de seus países! Observem os casos recentes ocorridos no Brasil onde grande parte dos políticos roubam escancaradamente, e ainda apoiam os bandidos comuns, e pregam que eles são vítimas da riqueza gerada pelo trabalho natural no capitalismo! Qual seria a opinião dos dirigentes da China? Maior Nação do planeta, comunista, e futura maior Nação capitalista do planeta a este respeito? Esta postura, de apoiar bandido de 3ª categoria deve ser para justificar seus assaltos ao erário! Isto está a ocorrer em alguns países da América Latina! Mas, o mal campeia por todo o planeta! Mas, para todo mal há um antídoto.  Observem o que ocorre com a Europa, simplesmente invadida por outros povos! Antes! Virem vossas atenções para as relações da velha Europa com esses povos no passado. Observem o que ocorre nos países do oriente próximo, com seus movimentos, ditos, de primavera! Em referência à Primavera de Praga e de  Dubček. Também, voltem vossas atenções para, como os dirigentes das Nações do Oriente Próximo tratavam suas populações no passado. Fiquem de olho nas grandes populações da Ásia! Quem planta chuva colhe tempestade, e às vezes, muita tempestade! O planeta é um só! Não há como transformá-lo em dois ou mais! Estamos partindo para o caos! A capacidade de consumo de “bugigangas” do planeta possui um limite, assim como, existe um limite de suporte da poluição dos oceanos, existe limite também na capacidade de produzir commodities pelos países subdesenvolvidos e não industrializados! Riquezas não caem dos céus! Tem sempre alguém tomando alguma coisa de outro alguém, tem sempre um povo sendo espoliado por outro povo, ou por seus próprios dirigentes. Tudo possui um limite! O grande e principal problema é o fator (1), chamado de explosão demográfica! Nenhuma Nação do planeta quer ver seu PIB diminuído! Isto é geral. No entanto! Isto tudo pode ser resolvido de uma só tacada, como veremos no ensaio que estou elaborando, e a ser publicado com o nome de: A SOCIEDADE SEMPRO.

PARA ONDE NOS LEVARÃO ESTES DEZ CRESCIMENTOS, E OUTROS NÃO LISTADOS

3* Crescimentos estes, que inescapavelmente nos levarão ao Caos! Caos este, que um dia teremos que enfrentar. A sociedade humana procede como se fosse um imenso organismo sem inteligência, sem razão, sem lógica, sem nenhum controle sobre os seus nefastos procederes, o que a faz viver atualmente sob uma imensa espada de Dâmocles! Nossas ações não podem ultrapassar o “limit sensibiliter”, pois, então, o cordão se romperá! Aqui não me refiro às 17 mil ogivas atômicas, mas sim, ao caos futuro, fruto da burrice humana, que provocará a falência na organização da sociedade, que levou dez mil anos ou mais, para ser estruturada, as guerras foram em vão! Foram milhões de mortes inúteis nas guerras por uma sociedade mais justa! Tudo inútil! A relativa paz conseguida após as duas últimas grandes guerras, terá sido inútil diante da catástrofe que se avizinha e que virá do caos.

 

O MEDO OU A FUGA DA REALIDADE, NOS LEVARÁ AO DESASTRE PUBLICAMENTE PREVISTO, PELA GENIALIDADE DO PROFESSOR LUCASIANO STEPHEN WALKING.

4* Ele deixou claro, que a humanidade tinha pouco tempo no planeta! Taxativamente recomendou que abandonássemos o planeta, e não estamos levando essa recomendação a sério! Não lhes demos atenção, ele recomendou em vão! Nunca entendi como o mestre, teve o insight do movimento resultante da absorção de massa no centro dos buracos negros, em alta velocidade provocando a altíssima rotação nos centros dos buracos negros, com a natural emissão de radiação térmica nos dois polos criados pela alta rotação do núcleo! Uma tacada de mestre! Tive oportunidade de discutir com um físico, a natural e esperada alta rotação numa singularidade como fator da expansão inicial do nosso universo, podendo assim, desprezar o que o pacote nos mostra como uma explosão, que chamam de Big-Bang. Uma expansão crescentemente acelerada, não possuiria a dinâmica de uma explosão radial! Somente nesse modelo de expansão seria possível um universo ordenado, homogêneo e isotrópico como o nosso! Detesto burrice! Voltemos, ao velho terceiro planeta. Quase disse “nosso”! Criou-se no planeta através da imprensa, uma descrença generalizada sobre as questões referentes aos danosos efeitos do clima sobre a biosfera. Esta descrença foi criada propositadamente pelo sistema de “inteligência e defesa” dos grandes aglomerados econômicos interessados na exploração do restante das reservas dos combustíveis fosseis ainda existentes debaixo do solo do planeta. Esta descrença foi criada financiando a divulgação das ideias de alguns malucos e idiotas de Schopenhauer, e por toda a imprensa do planeta. Alguns malucos e catastrofistas idiotas, para variar, receberam apoio em dinheiro, e tiveram a publicação e divulgação de suas ideias pela grande mídia, pagas pelos grandes aglomerados econômicos para divulgar suas previsões malucas e descabidas de (Fins de Mundo!) desde há algumas décadas que tem havido uma febre de (Fim de Mundo!)  Todas elas financiadas com a finalidade única de levar a descrença a todas as previsões sérias do IPCC sigla em inglês de (Intergovernmental Panel on Climate Change) da ONU, a grande mídia burra, atrás dos dólares abundantes dos donos do petróleo, insensatamente, abraçou a causa dos grandes e pequenos aglomerados econômicos, que na realidade são uma única organização, pois, todos são farinha do mesmo saco!  Todos que exploram os depósitos dos combustíveis fósseis, estão se lixando para o que aconteça com o planeta. O peso da espada de Dâmocles crescerá assustadoramente até o cordão não suportar mais, e então o caos tornar-se-á irreversível, aqueles que viverem para ver o caos, descobrirão assombrados que nada mais se poderá fazer, a não ser sofrer e orar, depois de instalado o caos, mudos e impotentes, verão o caos a tudo desestruturar! Municípios, Condados, Estados, Nações, grupos de Nações, sistemas bancários, grandes aglomerados financeiros, grupos econômicos, toda a indústria do planeta, o sistema de saúde e o de ensino entrarão em colapso, com a falência dos Estados e das Nações, o desemprego atingirá o píncaro e será total, a falência dos povos, levarão as indústrias farmacêuticas à falência generalizada até chegar a paralização total, as epidemias percorrerão as Nações, as populações ao fugir das epidemias levarão as doenças epidêmicas a todos os rincões do planeta, transformando-as em pandemias. Local nenhum estará a salvo. Os povos e seus sistemas de produção de grãos em pouco tempo entrarão em colapso, então! A fome generalizada se espalhará entre os povos, haverá milhões de mortos insepultos provocando sucessivas pandemias devastadoras, encontrar humanos praticando a antropofagia será rotineiro, o caos tomará conta do planeta, provocando o desaparecimento da sociedade humana organizada da face para sempre. Simplesmente, não ouvimos o Mestre Stephen Walking, ele, bem que nos alertou em alto e bom som, de que em breve haveria necessidade de nos mudar do planeta, ou desapareceríamos como humanidade. O real problema é que nossa astronáutica e a própria ciência ainda é um bebê! O mais próximo exoplaneta habitável é do sistema “próxima centauri”, ele está a 41 trilhões de quilômetros de distância! Voltemos agora ao pacote! Observem atentamente, que só estamos no começo da ciência, e os gênios estão rareando! Os aceleradores de partículas nada resolveram em termos dos vazios do Modelo Padrão!  Modelo que tanto facilitou o entendimento da estranha realidade observada na física de partículas! O Modelo Padrão está parado há quase 50 anos! Ao longo dos últimos 350 anos, os humanos tiveram muitos e variados insights no campo da ciência, mas, absolutamente, nada supera estes três: Newton, Maxwell e Einstein, O Insight do trabalho publicado em 1687 por Newton, marca o início da física na história da humanidade com a ideia de que a força gravitacional se estendia, em proporção inversa ao quadrado da distância entre os corpos, e as outras três leis de Newton. na época isto não era compreendido pela maioria, por ser uma abstração, na realidade tudo na matemática é abstração, com uma de suas inúmeras exceções ser: Um tapa levado na cara, principalmente se for dado por uma pessoa com o dobro do seu peso! Então, compreendemos imediatamente o que seja! Inércia, força, ação e reação, movimento, massa, e outras lagartixas, uma dessas lagartixas é uma abstração, portanto, um “noúmena”, que chamamos de dor! Um amigo muito inteligente, me pediu para descrever como eu via ou fazia a imagem de um caos! Montei a seguinte imagem para ele: Imagine! Um Estádio de futebol num dia de jogos! Onde estaria disputando a partida principal os dois mais famosos times da associação de nudismo da cidade. Nesse dia memorável, a presença de homens estava terminantemente proibida, o policiamento seria feito exclusivamente por mulheres, os dois times seriam femininos, jogariam nus como nasceram as atletas, as torcedoras estavam autorizadas a assistir nuas ou vestidas, conforme o gosto,  então um bêbado maluco, dono de um criatório de ratos para laboratórios, por pura vingança, por ter sido impedido de assistir à partida! Num de seus helicópteros sobrevoou o estádio e soltou dez mil e treze ratos, sobre as arquibancadas e sobre o campo onde se desenrolava a partida das “nudes”! Ai, instalou-se um caos levemente parecido com o caos planetário esperado!

 

A DESCRENÇA NAS PREVISÕES DE FATOS INDESEJADOS, NOS PEGARÃO DE PÉS DESCALÇOS

5* Descrer é da natureza humana, quando encontramos um leão no meio da clareira, rezamos para que seja uma miragem, ou que estejamos sonhando. O que aumentará o peso da espada de Dâmocles será a descrença na possibilidade de um caos existir e estar próximo. O termo catastrofismo está tão arraigado como coisa, mentirosa e improvável de existir, que o entendimento do povão xucro é de que é falso, passando a ser sinônimo de: Falácia, criatividade burra, invencionice, e outras patranhas, que, mesmo no caso de uma imensa catástrofe global sendo prevista, mesmo se anunciada por todos os governos do mundo, poucos darão o crédito devido. E a mortandade será em um número extremamente maior! Por pura falta de obediência às medidas de segurança recomendadas pelos governos. Em cada década temos inúmeras previsões de catástrofes que nunca acontecem! Em cada década inúmeros fins de mundo são anunciados! São várias as notícias de choques de imensos meteoros, que nunca acontecem! E o mundo continua aí! Disto, vem a descrença para as previsões de que a humanidade caminha para o caos, e de que previsões deste tipo, não devam receber um mínimo de crédito. E assim caminha a “manada” que chamamos eufemisticamente de humanidade! Na realidade, os responsáveis por essa descrença estão dentro dos grandes escritórios das grandes companhias de exploração de petróleo, e dos grandes Bancos internacionais, seus sócios!

 

NOSSOS INSTINTOS SÃO MAIS VELHOS, DO QUE IMAGINA A NOSSA VÂ FILOSOFIA

6* Todo o mal se deve ao instinto de reprodução e conservação profundamente arraigado e existente no cérebro límbico da espécie humana. Advindo daí a explosão demográfica. Temos no entanto, antes tentar compreender como conseguimos passar pelos dois grandes gargalos existenciais,  um há 250 mil anos atrás, com a erupção de todos os vulcões das bordas das placas tectônicas do planeta, foi quando a população de humanos quase desaparece, daí, talvez, aparecendo o DNA mitocondrial, e o outro há 74 mil anos atrás, quando o vulcão “Toba” onde atualmente é o lago Toba, localizado na ilha de Sumatra na Indonésia, este vulcão entrou em uma erupção tão violenta que perdurou por vários anos, escurecendo o planeta com cinzas, por anos seguidos, impedindo a fotossíntese da flora, quando a população de humanos se viu reduzida,  talvez, a poucas famílias. Esta questão do DNA mitocondrial da Eva ancestral! Tem outra versão, até mais lógica! Se somente um pithecus tornou-se bípede no início, este espécime devia ser uma fêmea! Benditas mulheres! Dai, o porquê, de todos os humanos atuais, seus descendentes, trazerem até hoje o DNA mitocondrial. Mais uma vez! Benditas Mulheres. Sei que vão questionar! Mas, se fosse um macho, o primeiro! Como transferir um DNA mitocondrial feminino? Mesmo suas descendentes fêmeas seriam numerosas, e assim, haveria diversos DNAs mitocondriais!

 

NOSSOS MAIS ANTIGOS ANCESTRAIS HOMINÍDEOS

7* Este forte instinto de reprodução, somado a sua inteligência, é a única explicação para termos sobrevivido após os dois gargalos, e depois termos explodido no planeta, é explosão mesmo! No texto do marcador de leitura 1* está a relação dos números da demografia em várias épocas na história do planeta! Sei que todos sabem, como se deu a multiplicação dos seres humanos no planeta desde o surgimento dos bípedes há 4,5 milhões de anos! Quando digo “todos sabem”, refiro-me aos seres que pensam que tudo sabem. O que significa que o fato não é conhecido pela paleoantropologia. Segundo o que nos diz esta última, eles, os bípedes surgiram de um primeiro casal que transferiu aos seus descendentes o bipedalismo. Sendo extremamente difícil uma espécie se tornar pensante, sem o auxílio de mãos livres e preênseis para primeiro criar ferramentas e armas que garantissem sua defesa e sobrevivência, diante da realidade de que os primatas não possuíam dentes ou chifres, ou outras protuberâncias para usar como armas de defesa, principalmente, para garantir a sobrevivência de suas crias, no meio adverso em que viviam! Senão, não se perpetuariam, como o fizeram! O bipedalismo foi o único caminho utilizado pelos nossos antepassados primatas para que viessem a sobressair entre os outros animais, seus concorrentes pela vida! Esqueçam o osso esfenoide daqueles pseudoantropólogos que andam a procura da fama e de dólares!  Nunca vi tanta burrice reunida numa só teoria! Ora! Se a evolução a cada passo alterava a morfologia do esqueleto como um todo, lógico que o crânio também seria alterado. Cada mudança de forma, alterava a posição do osso esfenoide, que está localizado na base desse crânio! O primeiro primata que passou de tetrápode ou quadrúpede para bípede foi o “Pithecantropus Anamensis”, isto em torno de 4,5 milhões de anos atrás, a data exata não é importante, esta primeira curiosa, que ficou de pé, evoluiu para outras espécies levando consigo o DNA mitocondrial, lógico, para as espécies que se seguiram ao longo dos milênios! Estes primatas, mesmo que, ainda sem a aquisição da inteligência deixaram de ser caça para se tornarem caçadores, embora de vez em quando fossem caçados! Fizeram isso, unicamente com o auxílio das mãos livres e preênseis. Esta história que segue é conhecida por todos: Os fósseis comprovam que há 2,4 milhões de anos, já existia o hominídeo “homo erectus” descendente do primitivo “Pithecantropus Anamensis”, no entanto, este, já possuía algum tipo de pensar, pois, o “homo erectus” dessa época já conseguia fabricar o seu mais antigo instrumento de caça e defesa! O machado biface acheulense. De posse dessa ferramenta conseguiu chegar aos 700 mil anos atrás, quando se bifurcou, se transformando em duas espécies, embora bastantes parecidas, mas distintas quanto ao uso do cérebro, hoje conhecidos como o Neanderthal com até 1750 cm³ de caixa craniana, e o Cro-Magnon, nosso ancestral com 1400 cm³ de caixa craniana. Este último, há 300 mil anos, não se sabe como! Iniciou a pensar, sendo classificado como “homo sapiens, transformando-se depois em falante, recebendo a classificação de “homo sapiens sapiens”, isto é, o homem que sabia que sabia! O nosso primo e meio-avô Neanderthal desapareceu há 30 mil anos atrás. No entanto também é nosso ancestral, possuímos 3 % de DNA Neandertjhal e 97 % de DNA Cro-Magnon. Se fôssemos nos classificar taxonomicamente e acertadamente hoje, seria “homo cro-neander sapiens stultus”.

 

A DEMORA PARA ABANDONAR AS CAVERNAS.

8* Os humanos, depois de desenvolver a consciência, começando a aprender a pensar e a falar! Demoraram 285 mil anos para inventar a lavoura! E abandonar as Cavernas. Neste tempo todo, não conseguiram plantar nem uma horta de cebola! Eita, “povinho” preguiçoso, fica parecendo que no mundo das cavernas só existia baianos! O “sapiens” chegou aos 15 mil anos atrás sem inventar e conhecer a lavoura, e com pouquíssima cultura! Somente aos 11 ou 12 mil anos uma fêmea da espécie, laboriosa, esperta e curiosa como são as mulheres, conseguiu inventar a lavoura, plantando os primeiros caroços de feijão fradinho, ou talvez de feijão catador, ou carioquinha! Abrindo a primeira oportunidade para se abandonar a vida nômade, que a espécie sempre possuiu, tornando-se uma espécie tipicamente sedentário, dentro de poucos milênios, de posse do produto da lavoura conseguiu domesticar os primeiros animais, pois já possuía alimentos para o manter vivo, e preso, até que fosse comido! Então, num insight brilhante inventou as cidades, descobriu como fazer uso dos metais de forma rudimentar, inventou os governos organizados de forma rudimentar, mas, inventou, inventou a escrita primeiramente para controlar a produção e escambos da lavoura e o nascente comércio, inventou as leis escritas,  aperfeiçoou, finalmente a metalurgia, criou as nações, começou a pensar de forma abstrata, inventou as guerras, mas sempre cuidando de se multiplicar para supri-las, conseguiu criar o primeiro Império!, conseguiu criar a astronomia dando seguidas espiadas no céu noturno, aprendeu a somar, no começo com os dedos! Aperfeiçoou a forma de pensar, a que chamou de filosofia, o homem moderno viveu por  10 mil anos sem desenvolver uma ciência consolidada, somente a partir da descoberta dos novos continente em 1500, é que conseguiu iniciar a moderna ciência, qualquer ciência existente antes de 1500 era rudimentar, a partir do início do século XVI foi que se deu o real desenvolvimento das ciências como: Matemática avançada, Química, Biologia, Física, Astronomia, Eletromagnetismo, e outras esquisitices eventuais ou seja! Outros ramos mais específicos da ciência. O mais incrível, é que quem deu partida e sustentação ao pacote conhecido como ciência, e que no início era chamado de filosofia natural, foi exatamente os filósofos, astrólogos, alquimistas e metafísicos, alguns na época eram mais conhecidos como feiticeiros, que como filósofos naturais! Foram estes homens de profissões estranhas que inventaram a ciência. Todos tratam esse assunto como tabu, ou irrelevante! Pura vaidade! A ciência é filha da feitiçaria e acabou-se! Somente no início do século XX passamos a conhecer a física quântica e a física relativista. Embora já tenhamos um avançado conhecimento sobre o universo, muitos de seus segredos, e “são inumeráveis”, continuam intocados pelos homens, estes, orgulhosos e vaidosos homens de Da Vinci! Que pensam que tudo sabem.

 

ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE   

9* O modelo de sociedade adotada ao longo dos últimos 10 milênios, tem como principal base e fundamento para permitir sua existência e crescimento o que chama de “economia”, isto, como uma sociedade moderna e evoluída, possuidora de uma pretensa ciência chamada de “economia”, mas o problema que nos levará ao caos, seria o modelo de economia dos modernos humanos, que está fundamentada no “lucro”, que a tudo devora! Pois, quem move a máquina da existência da humanidade de 7,7 bilhões de enchedores de latrinas é o capitalismo e o seu indefectível lucro! O planeta pode ir para o inferno! Que nenhum humano abandona o “lucro”!

 

UM PEQUENO NÚMERO DE HUMANOS RESPONSÁVEIS PELO FUNCIONAMENTO DA ECONOMIA DO PLANETA

10* Para começo de conversa, lembrem-se que a economia do planeta tem funcionado satisfatoriamente, devido a uma série de ideias dessa “super-plêiades” de gênios! Vou repetir! Com as suas benditas e brilhantes ideias “ou leis econômicas”, a economia do mundo funciona bem! Mesmo com tanto antagonismo ideológico, mesmo com 7,7 bilhões de seres, manadas! Portanto, temos que reconhecer e agradecer a estes gênios, eles foram e são os responsáveis pela paz no mundo atual, pois somente devido a suas ideias é que a economia do planeta vem funcionando satisfatoriamente: O mundo do pós-guerra! descobriu assustado que a economia capitalista tem unido mais que dividido as Nações! Eis os nomes dos gênios: Adam Smith (1723-1790), David Ricardo (1772-1823), Karl Marx 1818-1883), John Maynard Keynes (1883-1946), Milton Friedman (1912-2006), John Kenneth Galbraith (1908-2006), Gary Stanley Becker (1830-2014), Robert Merlon Solow (1924-  ), John Forbes Nash Jr. (1928-2015), Paul Robin Krugman (1953-   ) Nicholas Gregory Mankiw (1958-  ) e Steven David Levitt (1967-  ).

 

A OUTRA FACE DA MOEDA, (O LUCRO), TORNOU-SE UM INSTINTO DESTRUIDOR

11* Vamos analisar como surgiu no homem o instinto do lucro! Pois, isso traduz-se num instinto! Amar o lucro, não é outra coisa a não ser, simplesmente instinto! Não é, nem nunca foi ensinado pelos pais ou em escolas, todos os humanos o possuem! Ninguém nunca prestou atenção a isso? Não acredito! O instinto do lucro é um instinto relativamente moderno, não tem nem 15 mil anos de idade! Mas seu pai é um ancião de 2,4 milhões de anos. Como um instinto não se adquire em poucos séculos! Creio que o instinto do lucro seja uma forma aprimorada racional e inteligente filha do velho instinto de “territorialidade e posse” já existente no “homo erectus” desde 2,4 milhões de anos. Continuo não acreditando que ninguém saiba disso! Em economia, quem leva a culpa por ter inventado o lucro, são os judeus que inventaram o mercantilismo, para enriquecerem e escaparem da feroz perseguição que os povos malucos do planeta moviam contra eles!  pobres de meus irmãos judeus, acusados injustamente! Quem inventou o lucro foram os povos mais antigos, antes da invenção dos valores de troca, que hoje chamamos de dinheiro! Foram os povos “escambistas”, aqueles que inventaram o escambo! Imaginem, e entendam! As trocas ou escambos, no princípio eram realizadas onde se conseguia a coisa a ser “escambada”, no local onde se produzia, se criava, ou estavam as “escambagens”! Lógico que era! Ainda não tinham inventado as feiras de trocas ou escambos! Depois de um certo tempo, (falar em cronologia aqui é pura burrice). Mais por conveniências, que por outras coisas quaisquer, vários locais foram escolhidos como feiras de escambos, normalmente locais centrais e equidistantes a várias comunidades que dispunham das mercadorias para troca! Quem conhece a (Teoria dos Lugares Centrais) do grande geógrafo alemão Walter Christaller (1893-1969), entende logo do que esta minha proposição está a tratar. No princípio os próprios donos, ainda jovens, mas, ainda empobrecidos, levavam os seus trecos e tesouros para os locais de escambos, que depois foram chamados de feiras. Com o passar dos anos, os varões já envelhecidos e já enriquecidos, “nas suas medidas”, e naturalmente com muitas mulheres, para tomar e dar conta! Passaram a mandar terceiros mais jovens para fazer as trocas ou escambos! Foi nesse momento que nasceu o famoso instinto do “lucro”. Foi quando um desses jovens mais inteligente que a maioria, conseguiu um lucrativo acordo comercial com um Senhor conhecido como Zé da Moita Seca, dono da “coisa” a ser “escambada”! Com o qual fez um acordo, nos seguintes termos, e com a seguinte “redação imaginária”:

 

REDAÇÃO DO PRIMEIRO CONTRATO GERADOR DE LUCRO E DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO QUE ENTRE SI, FAZEM:

12* Eu, Zé da Moita Seca, morador debaixo da Pedra Furada, casado com 12 mulheres novas, trabalhadoras e boas parideiras, doravante denominado simplesmente de Dono do Escambo, e o respeitável Senhor Beiço de Sola, solteiro, mas, no momento, vivendo em concumbinato consentido, puro e desimpedido, com duas viúvas de mordida de cobra, e três viúvas da guerra da Lavoura do Pé da Ladeira, sendo, meu conhecido e amigo, doravante denominado de “Escambeiro”, faço o seguinte acordo com o mesmo Senhor: Acordo que será honrado e assinado com um fio de bigode de cada parte! Termos do Acordo: Fica o “Escambeiro”, Senhor Beiço de Sola, meu conhecido e amigo, encarregado de levar para o “Escambo-Center” localizado na Beira do Brejo, “Escambo” mais conhecido como, “Escambo-Center do Brejo do Morto Vivo”, para fazer o devido escambo e boa troca, as seguintes mercadorias, um Porco Gordo, para “escambar” por duas porcas novas e já enxertadas! Na condição, de que se ele conseguir três porcas, uma passa para suas mãos ou propriedade. Trinta mãos de milho verde, para “escambar” por cinco fêmeas novas de Cabra, também já enxertadas! Na condição de que, se ele conseguir mais fêmeas de cabra que as cinco estipuladas, fica acertado que as fêmeas de Cabra a mais, que conseguir, este “mais” conseguido, passam para suas mãos ou propriedade, resultado de seu bom “escambar” que aqui pela primeira vez será chamado de “lucro”, que passa para as mãos ou propriedade de meu conhecido e amigo Beiço de Sola. Pensado e repensado, no segundo milênio, e mais alguns verões depois da invenção da lavoura.

O Fio de Bigode nº 1 de Zé da Moita Seca, e o Fio de Bigode nº 2 de Beiço de Sola. Foram colados aqui nessa pedra, colados com boa cola de folha de quiabento da cerca de meu amigo Orelha de Lebre. Dado e reconhecido com boa fé! E colado os fios de bigode, contrato feito na Pedra de Assento, por Zé da Moita Seca, bem debaixo da Moita Seca do campo da Pedra Furada.

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS SOBRE O LUCRO CRIADO E AUFERIDO PELA PRIMEIRA VEZ EM UM CONTRATO

13* Claro que quem inventou o “lucro” foi um velho rico “nas suas medidas”, ciumento e cheio de mulheres novas e parideiras, “conforme suas posses”. Conhecido como Zé da Moita Seca. Eu é que não fui, nem você! E uns “economistazinhos” desinformados, acusando uns pobres judeus dessa praga do planeta! Pois, eles mesmos, os “economistazinhos” estão ensinando como se mata o planeta para conseguir esta coisa, e terrível praga chamada de “lucro”. Espero que os “economistazinhos”, não se sintam ofendidos, imaginei uns economistas bem baixinhos”, pois assim, bem pequenininhos, eles não poderiam ou conseguiriam me dar uns tapas!

 

PALAVRAS FINAIS DIRIGIDAS À JOVEM E GENTIL HUMANIDADE

14* A humanidade possui 300 mil anos, se comparada com a idade do planeta, planeta que hoje está aniversariando e fazendo 4,6 bilhões de anos, realmente é um bebê! Somente um “manada” contesta esta afirmativa. Portanto! Minha jovem e gentil sociedade humana moderna, que adotou o sistema “COMPRO”! como “modus vivendi et operandi”, a partir de pouco mais de dez milênios! Preste bastante atenção, nas proposições contidas no ensaio, onde proponho que a sociedade atual passe sem sofrimento a adotar seu antigo sistema de existência que nomino de: SOCIEDADE SEMPRO!!!…

O caminho que a humanidade iniciou a percorrer quando abandonou as cavernas, adotando novos estilos e modos mais facilitadores, para que se conseguisse viver em grandes grupos. Naturalmente, fora de seu controle e querer! E sob diversas condicionantes, estes novos estilos e modos tomaram rumos diferentes do esperado e nada alentadores para que a humanidade conseguisse alcançar um futuro promissor e de paz, nesse planeta que chamam de azul! Mas, se prosseguir nessa marcha em busca de mais e mais lucro, passará e ser conhecido no futuro como planeta vermelho.

 

CONTINUANDO…

15* Na condição, do mais insignificante e desprezível animal pensante e falante, e o pior! Que pensa que sabe alguma coisa! Tomei a decisão de analisar as condições que esta jovem e gentil humanidade adotou como estilo de vida! Quando no permeio de meus estudos, vislumbrei e me vi pasmo diante de uma triste e assustadora possibilidade! Me vi diante da causa maior de tanto sofrimento e insegurança na existência dessa jovem e gentil humanidade! Eis o que encontrei! Quando a humanidade no início de seus primeiros passos, há 2,4 milhões de anos, ainda como o hominídeo “homo erectus”. Estes hominídeos adquiriram mais um instinto, que se desenvolveu junto ao velho instinto animal de território! Um novo instinto, de “propriedade e posse”. Sendo desse hoje, já (antigo instinto) de “propriedade e posse”, donde dimana o crescimento demográfico descontrolado da humanidade. Causa primeira das disputas e das guerras! Portanto, encontrei a causa que provoca todo o mal no planeta, o instinto de “propriedade e posse”, que tem marcado, guiado e orientado negativamente o longo caminhar da história da humanidade nos últimos doze mil anos, que foi a aquisição do instinto de “propriedade e posse”. Aquisição que hoje de forma danosa, se reflete no comportamento dessa jovem e gentil humanidade. A primeira evidencia dessa verdade, encontra-se no fato de que nenhum governo no planeta aceita adotar o controle de natalidade. A segunda e mais visível evidência dessa verdade, foi as duas maiores Nações comunistas e socialistas, China e Rússia terem por conta própria adotado o modelo econômico de seus adversários, modelo conhecido como “capitalismo”! Todos os humanos possuem arraigado dentro de si, o hoje, já (antigo instinto de “propriedade e posse”. A terceira evidência da verdade de que o homem possui o instinto de “propriedade e posse”, isso, nós observamos nos bebês, tome a chupeta de um bebê, a reclamação vem logo a seguir, é instintivo! A quarta evidência da verdade de que o homem possui o instinto de “propriedade e posse”, eu encontrei estudando o comportamento dos loucos! Um louco ou esquizofrênico, pode perder completamente sua personalidade, desconhecendo completamente a si próprio, e a seus familiares, como a personalidade é formada em sua juventude, ele pode perde-la!  Mas ele não perde seu instinto de “propriedade e posse”, porque este instinto de “propriedade e posse”, faz seu habitat no cérebro límbico, cérebro zoo do louco, ou esquizofrênico, sendo separado de sua personalidade. E naturalmente no cérebro límbico de todos os humanos! Podem observar, a maioria dos loucos podem até não saber onde mora! Mas disputa e continua proprietário de suas posses, pode até ser um monte de coisas imprestáveis! Mas, ele não as larga! Pois representam suas posses.

 

A manada não compreende as coisas mais simples, por inépcia, inércia e por vontade própria.

 

A sociedade humana necessita urgentemente ser modificada para que não entre em colapso e desapareça do planeta! Sendo esta, a proposição que levarei ao conhecimento da humanidade no ensaio:  A SOCIEDADE SEMPRO. Movér

 

Edimilson Santos Silva Movér

Vitória da Conquista-Ba. 28-10-2019

Arembepe – Camaçari-Ba. 12-11-2019

77-99197-9768