Compre com segurança na internet

A pessoa que idealizou a transação financeira com um cartão de plástico pela internet merece um prêmio. Ela conseguiu unir conforto e praticidade à prática milenar das compras. Devido à ação dos criminosos da rede, contudo, é preciso acrescentar mais uma característica: segurança. Ninguém vai apontar uma arma enquanto você estiver na rede. Mas, sem o devido cuidado, você pode perder dinheiro em um piscar de olhos – ou clicar de mouse. Saiba como se proteger.

Uma informação importante para entender o problema: o Brasil foi apontado como o terceiro país no mundo com o maior número de fraudes on-line, de acordo com relatório da empresa de segurança Symantec publicado no primeiro trimestre. Isso inclui o furto de informações bancárias e números de cartões de crédito.

Bernardo Carneiro, diretor da Site Blindado S/A, aponta uma das razões dessa popularidade entre os criminosos: “O comércio eletrônico somou um faturamento de 10,5 bilhões de reais em 2009 e o crescimento tem sido cada vez mais acelerado”. Com mais dinheiro circulando, cresce o interesse dos criminosos.

As empresas de segurança conhecem os riscos e desenvolvem continuamente mecanismos para evitar as fraudes. Mas não custa ficar atento a algumas dicas específicas de segurança.

Na hora da compra on-line:

– Verifique se a loja possui uma certificação de segurança: procure conhecer melhor os estabelecimentos virtuais que frequenta. Muitos deles possuem selos de empresas especializadas em proteção de informações. Invista parte do seu tempo clicando e lendo sobre essas companhias

– Fique de olho no HTTPS: já notou que os endereços na web utilizam as letras HTTP? Significa: Protocolo de Transferência de Hipertexto. O “S” é de seguro, utilizado principalmente em sites de bancos e lojas. Ele é a garantia – junto com a imagem de um cadeado no canto inferior direito da janela do navegador – de que você está em um ambiente mais seguro. Geralmente, a mudança de protocolo acontece apenas na hora de fazer o pagamento

– Antivírus e computadores: evite fazer compras a partir de computadores considerados públicos, como os do trabalho ou lan houses. Você nunca sabe o que pode estar instalado nessas máquinas. Em casa, deixe sempre seu antivírus atualizado. Não é uma prática demorada e pode evitar o roubo dos seus dados

– Confira a reputação das lojas: entre em sites que reúnem opiniões de consumidores, caso do Reclame Aqui, e confira a impressão de outras pessoas. Você pode ficar impressionado, já que muitas lojas são criadas apenas para levar o dinheiro dos consumidores desatentos

– Desconfie: não coloque seu número de cartão de crédito em sites praticamente desconhecidos que oferecem promoções inacreditáveis. Eles podem roubar seus dados ou lidar com contrabando. Nos dois casos, você pode não receber o produto – nem ver o seu dinheiro outra vez

Tags: Compra