Artigo: A BRUTAL REALIDADE DO NOSSO ISOLAMENTO NO UNIVERSO

DA SÉRIE: ENSAIOS QUE NOS LEVAM A PENSAR

Subsérie: O isolamento humano no universo em que vive.

UMA INTRODUÇÃO RÍSPIDA A UM ENSAIO RÍSPIDO

O isolamento humano é um tema palpitante, mas ainda sem solução para a ciência que ora se inicia, e mal balbucia as primeiras palavras. Com relação ao tempo da existência do pensante no planeta, a ciência ainda é um bebê. Ela só tomou impulso depois da época dos descobrimentos. Já o nosso isolamento! É um tema nada palatável! E que incomoda as inteligências pensantes do planeta! Mas, temos que degusta-lo, para saborearmos a verdade contida nele, alguns humanos não veem utilidade em se preocupar com o futuro, e sim com o imediato, com os problemas do dia a dia! Dentro da longa existência do homem! Se todos pensassem assim, não teríamos saído das cavernas… E esses “alguns humanos” por serem muito burros, nem nas cavernas seriam aceitos, morariam nas selvas mesmo, disputando espaço para dormir nos galhos das árvores com os animais.

A CRUEZA CONTIDA NA VERDADE

1* E a burrice contida na coragem para expressá-la. O mundo é feito de tantas dúvidas e contradições, que disto, torna-se impossível escapar! Assim! Vamos convivendo com elas, que segundo meu entendimento, são as principais matérias de que é moldado o mundo. Este ensaio se refere e analisa o “como” e o “porquê” do nosso isolamento no universo! E o faço numa abordagem crucial, como dizia Kant, a priori e necessária, pois, assim! Sem floreios, veremos a verdade direta, nua e crua saltar diante de nosso entendimento! Pois, os seres com “intelligentsia” no planeta são tão poucos! Que a grande multidão que dos que não possuem esta intelligentsia”, podemos trata-los no geral como uma manada, e olhá-los com os mesmos olhos que o polímata via os homens de seu tempo! Isto! Para melhor focar a análise na subespécie “homo sapiens sapiens”, subespécie a que Leonardo da Vinci chamava de, “enchedores de latrinas”. Que ninguém tome a carapuça para si! Pois meus ilustres leitores não se enquadram nessa categoria! Mas, para nossa tristeza, se Da Vinci voltasse a viver nos dias de hoje, não veria ou teria motivo para se contradizer!). Muito teremos que estudar para desenvolver instrumentos tecnológicos que nos possibilite compreender e entender a magnitude deste universo, a que os cientistas e cosmólogos da NASA, dentro deste século XXI, utilizando da mais moderna tecnologia na pesquisa do Cosmos, continuam a chamar de (Universo visível). Se o chamam de visível, subtende-se que existe outra parte ainda não visível e ainda não detectada, ou pelo menos uma parte deste universo que ainda permanece invisível! Mesmo com a parafernália de instrumentos modernos (telescópios), onde se utiliza a mais moderna tecnologia para vasculhar o universo ou cosmos, como prefiro chama-lo.

VAMOS LÁ:

2* Costumo dizer que toda “história” que anteceda a invenção da escrita, deva ser tomada, como uma invenção, nada mais, nada menos que isto, ou como uma criação ou elucubração da mente, ou mesmo, uma simples suposição, principalmente quando este fato abordado se encaixar e se classificar como um “caso abstrato”. Quando se tratar do “fato concreto” e real! A paleoantropologia tentará cuidar disso, às vezes com muito acerto, mas, às vezes sem acerto algum! Mas, mesmo assim, será tido por todos como uma verdade indiscutível! É a vida! Que fazer? Na brutalidade do modelo de existir adotado pelo pensante! Manda quem pode! E obedece quem tem juízo. Simplesmente não temos outro método de análise que substitua os métodos da paleoantropologia! É tido como certo, por essa ciência o “homo erectus, predecessor do “homo sapiens”, há uns 300 mil anos atrás, iniciou o processo de adquirir inteligência. Na realidade, uma data, algo muito difícil de se estabelecer dentro do tempo. Ouvi algo a respeito, falando em 380 mil anos, vamos aguardar as comprovações! Aqui não pomos as deduções nem as afirmativas da paleoantropologia sob dúvidas. O que indica e marca estes acontecimentos, que deu partida no pensar, são sutis mudanças de comportamentos de nossos ancestrais! Como: distanciamento de grupos semelhantes, mas, não pensantes, mudanças nos hábitos alimentares, principalmente a vida em grupos com início de comportamentos sociais, que os diferem dos grupos animais, aperfeiçoamentos nas ferramentas e nas armas, tratamentos dados aos mortos, melhoria no controle do fogo, (domínio), naturalmente, (cada coisa dentro de seu tempo), a fala só veio a ser inventada algum tempo depois, a diferença e o progresso ficou patentemente registrado em seus nichos onde moravam, principalmente em seus fósseis posteriores a aquisição do raciocínio, indicam que mesmo um raciocínio rudimentar, mas, já o possuíam! A análise desses dados nos fósseis, foi o que permitiu a antropologia estabelecer esta data próxima dos 300 mil anos, e isto, com alguma precisão. A caixa craniana do “homo erectus nessa data era de 1600 até 1700 cm³ para o Neandertal, e de 1400 cm³ para o Cro-Magnon, nosso principal ancestral, embora tenhamos herdado quase 3% do DNA do Neandertal. Vamos aos “sapiens” atuais! Tem momentos em que o caminhar da carruagem do desenvolvimento me confunde! Existem três fatos recentes no decorrer do desenvolvimento da sociedade humana moderna que são incoerentes:

  1. A) O desenvolvimento do ocidente teve como berço a Grécia! Hoje a Grécia vive da esmola da Comunidade Europeia! Porquê um povo tão inteligente dentro de poucos milhares de anos, passam a cometer erros de avaliação em coisas simples, como decisões econômicas! Um amigo sociólogo, me disse que: Se filosofar servisse para alguma coisa! Todo o planeta falava grego! E todo planeta era uma só Nação! A Grécia, embora eu pudesse argumentar! Preferi me calar, para estudar o caso da Grécia com mais isenção de ânimo e escrever um ensaio sobre o assunto, as variáveis são muito numerosas! “democratia praevalet adversus voluntatem populi”. Porque não deu certo?
  1. B) A região no planeta onde o pensamento mais evoluiu no passado foi na Índia! Isto, em todos os aspectos! E existe coisas que podemos considera-las relativas a física quântica relatadas nos Upanishads, coisa incompreensível como tendo sido descoberto num passado tão remoto! Hoje a Índia é um bolsão de miséria! Porque um povo tão inteligente e religioso criou as castas? Burrice ou ganância dos seus dirigentes, ou dos brâmanes, que estavam no topo da cadeia? Não creio! E não venham me ensinar que as castas foram extintas na década de 1940, porque elas embora extintas por lei, continuam ativas na ÍNDIA e a trazer sofrimento, principalmente para as etnias ou povos das castas inferiores.
  1. C) O trabalho de Confúcio e de Lao Tse, tornou-se inútil frente 1949 e a revolução cultural de 1966, o que leva um povo a se auto destruir? Foram milhões de mortos, primeiro pela fome, depois outros milhões trucidados pelo exército, chamado de guarda vermelha. 

Isto é história! Como explicar estes comportamentos e descalabros destes três povos! Para os povos evoluídos do futuro? Ou mesmo para os estudiosos de hoje! Sempre digo que! Povo é uma coisa complexa, extremamente complexa! Indo sempre ao “encontro”, indo abraçar, indo em busca, da burrice dos governantes, unicamente para sofrer os efeitos da burrice destes governantes! Por que não se rebelam? Assim, disso deduz-se que, “povo”, é um organismo indefeso, por mais que a massa vá protestar nas praças da paz da vida, descobre-se, que facilmente pode-se dominá-lo. O povo é a galinha de Stalin, o pão duro. Povo é como um Leão na jaula! Por mais que urre, continua na jaula. O mecanismo de controle do povo existe, e é eficiente! O mecanismo de controle dos governos não foi inventado ainda. Busquem-no! Ganha um doce quem inventá-lo…

MAIS VERDADES

3* Existem verdades “eternas” contidas em afirmações deste tipo: (O homem sempre olhou para as estrelas). E verdades “efêmeras” e duvidosas, quando se tratar de suposições deste tipo: (O homem sempre viu as estrelas como as moradas dos deuses). A dúvida contida nessa última afirmação advém do fato desta afirmação ser uma suposição, uma abstração, portanto, improvável, e não “propriamente dita”, possível! Por ser impossível uma comprovação deste tipo de afirmação!

CADA ÉPOCA COM SEU PARADIGMA

       4* Para melhor entendermos o homem ao longo da sua longa história, teremos que analisar seus diversos paradigmas durante sua história escrita e supor seus paradigmas durante sua longa história antes da escrita. Este último caso podíamos até mesmo considera-lo por último, ou mesmo desconsiderá-lo, mas assim, perderíamos a oportunidade de inserir uma pitada de poesia no ensaio. Já pensaram um nosso antepassado de 180 mil anos atrás, elucubrando quem moraria nas estrelas! Ou para qual estrela ele iria mudar e morar depois de morto! Noutro ensaio eu digo que: Assuntos que se refiram ao universo sempre são interessantes, sendo para uma imensa maioria um deleite, o homem primitivo, sempre olhou com admiração para a beleza de um céu estrelado. O homem moderno não se compraz somente com a beleza dos céus, ele busca o entendimento de como se formou este céu estrelado, isto nos difere dos outros animais! Mas, no fim, no fim, eis realmente o que somos! Animais pensantes mas, animais! A única coisa a nos diferir dos animais é o ato de pensar! Coisa, que nem sempre o fazemos com acerto! O maior orgulha da nascente sociedade tecnológica, não são seus inventos, mas sim, seu “pensar”! Mas, este seu “pensar” pode se tornar perigosíssimo, se recordem do projeto “Manhattan”. Às vezes, o progresso pode nos trazer riscos insuspeitados, imaginem trazermos um bactéria mortal de um asteroide qualquer ou de uma lua de um planeta do sistema solar.  A vida por si mesma, é um risco.

NA SOCIEDADE HUMANA PRIMITIVA, NA ÁREA DA PERCEPÇÃO DAS COISAS CONCRETAS E COMPLEXAS, NENHUM PROGRESSO FOI ALCANÇADO SEM PRIMEIRO TER CONSEGUIDO ENTENDER A ESSÊNCIA DAS COISAS MAIS SIMPLES!

5* A afirmação acima parece algo extremamente evidente! Mas, não o é, não passamos a raciocinar num estalo, o caminho foi longo e penoso, procurem entender que esta, é uma proposição mecanicista do assunto, “aquisição do raciocínio”. Sem observar e entender o acima afirmado, torna-se muito difícil fazer a leitura do desenvolvimento no passado do “falante” e então, “sujador de moitas”! A afirmação acima diz simplesmente que tudo começa pelo entendimento das essências, das simplicidades! Que obviamente, sob outro ângulo de observação tornam-se ou são vistas como complexidades! Melhor explicitando! Não são as coisas simples que se transformam em complexidades! É o ângulo de análise e a potência da soma de suas partes resultando na dedução das suas funções que as transformam em complexidades. A necessidade forçava o homem primitivo a agir assim! Interessante o homem moderno não age assim! Pelo contrário, ele tornou-se preguiçoso, não se preocupa com a essência das coisas e o que é pior, inclusive os pensadores! Procure um filósofo famoso, que realmente seja um filósofo! Na atualidade, não o encontrarás. O problema resume-se no seguinte: Para ser um filósofo na amplitude que o nome requer! É necessário ter humildade e desapego às coisas materiais!  E isso é negado aos vendedores de livros! Para ser um filósofo no alto da qualificação, do nome “Filósofo”! Requer extrema e natural humildade, adquirida durante toda uma existência! Ninguém já nasce filósofo! Ou Hobbes e Plauto estavam errados. Não digo ser um novo Diógenes e viver num barril! Mas, é necessário ter um mínimo de desapego e humildade, senão o “pensar” não abre, antes se fecha! Pode-se ser um grande escritor, um grande vendedor de livros! Nunca um grande filósofo. Nunca encontrarás um grande filósofo que tenha passado toda a vida correndo atrás do dinheiro! Os filósofos ricos que existiram ou existirem, foram ou serão ricos por herança, o problema é que não dá para fazer as duas coisas concomitantemente. Por mais inteligente que o “sapiens” seja!

O INÍCIO DA RACIONALIDADE

6* No princípio da aquisição do raciocínio! O homem utilizando seus olhos como suas principais ferramentas de “observação”, coisa natural no seu cotidiano, que eram e são até hoje perfeitas para esta sua finalidade, se maravilhou com o que via na terra e no alto dos céus, no princípio sem nada poder entender. “Nihilo nihil fit”, e isto,  é uma verdade eterna. Só com o passar das gerações, e o aprimoramento do raciocínio e da fala, as coisas foram surgindo, sendo criadas e entendidas com o aspecto complexo e já arrumadas para o entendimento e a percepção do “neo-sápiens”, que então, puderam questionar e guardar conhecimentos sobre o que viam na terra, diante e perto de si, e nos altos dos céus e distantes de si, estas últimas, pouco compreensíveis! E assim! Criaram explicações diferentes e desencontradas para tudo que viam! O pior é que estas explicações são cridas até hoje pela manada, quando seu entendimento se aprimorou, ele viu que realmente nada surge do nada! Então, a lógica pertinente a seus raciocínios os faziam progredir em suas deduções e explicações sobre o que viam! E assim, avançava a humanidade! Passo a passo! Análise por análise, dedução por dedução! Até alcançar o conhecimento amplo e total de hoje, embora como afirmo no princípio deste ensaio, ainda não atingimos a ápice do uso da enteléquia através do cérebro! É só observar como os Savants utilizam seus cérebros, milhares ou mesmo milhões de vezes com mais eficiência que um homem comum como eu! Me fundamento nos estudos mais avançados da neurologia nas maiores universidades do mundo, como a University of Southern California, onde o Dr. António Damásio é professor de neurociência, estes estudos nos dizem que não sabemos o que seja, nem como se processa o pensamento humano. https://www.usc.edu/.

CÉREBROS MARAVILHOSOS

7* Voltemos aos cérebros dos Savants, seus cérebros são fisiologicamente iguais aos cérebros do homem comum. Também com 100 bilhões de neurônios, fundamentado nisso é que afirmo: (Só estamos no início do uso dessa maravilhosa máquina de pensar! Para algum interessado em saber como são estas potencialidades dos cérebros Savants!  Visitem nesse blog o ensaio: SINGELO ANTITRATADO DO CÉREBRO, e verão que a subespécie “homo sapiens sapiens” está somente no princípio do aprendizado do uso de sua máquina de pensar, sabedorias e bestagens!

A ATRAÇÃO PELA CAVERNA

8* Tem momentos em que creio que o homem demorou tanto para evoluir sua enteléquia, que foi necessário vir ajuda de fora, e ter dado uma mãozinha! Não dá para entender como demoramos tanto para sair da caverna da burrice! Estava tudo a nossa disposição! Os dedos e os caroços para serem contados! A areia para ser transformada em vidro, por simples aquecimento! Lenha era que não faltava! Os barros para fazerem tijolos e serem assados ao sol! Os troncos que eventualmente boiavam nos rios! Os metais para serem derretidos! Porquê, demoramos tanto para observar que os caroços jogados ao chão nasciam? Porquê? Porquê? Esta pergunta a repito porque o “sapiens”, a que gosto de chamar de “falante”, de há 30 mil anos atrás, nos deixou registrado nas cavernas de Espanha e de França, seus desenhos maravilhosos! Comprovando que já possuíam o mais completo domínio sobre o funcionamento dos 100 bilhões de neurônios do seu córtex! Os seus desenhos demonstram que a área de broca estava sendo plenamente utilizada! Porque demoramos tanto para abandonar o nomadismo?

A BURRICE LEVA O “SÁPIENS” A VIVER ÀS

TURRAS COM O “SAPIENS”

9* Sem o sedentarismo era impossível evoluir, ou mesmo criar uma casa para morar ou a escrita! No passado remoto do “sapiens” deve ter existido seus: Idi Amin Dada, comedor de bife de inglês; seus Átilas; seus Ivans, os terríveis; seus Leopolds II, o porco belga dos Congos da vida! seus Pol Pots e sua sanha assassina; Seus Adolf Hitlers com seus indefectíveis Adolf Eichmann, organizando seus holocaustos pelo mundo afora! Não posso me esquecer dele, o Josef Stalin, o pão duro, que para economizar e equilibrar as finanças do Estado, literalmente, matava seu povo de fome! Isto mesmo! Matava de fome. E hoje tão adorado por uma corja de idiotas e burros, tão insensatos que não sabem fazer a “leitura” nem um julgamento correto da história do mundo! Burros! E com os cérebros lavados e escovados, polidos e encerados. Eu descobri quando ainda jovem que a lavagem cerebral não é feita dentro de instituições nem em assembleias, nem existem consultórios da mente para isso! bastando lhes dar uma “cartilheca” já feita nessa intenção, e o resto é feito despercebidamente pelo próprio indivíduo! Mudando seu paradigma de mundo, principalmente, sua visão da realidade social do mundo! O racional seria no “sapiens”, já que ele é um “sapiens”, quando for analisar e adotar uma ideologia política, (posso dizer “nova”, porque ninguém nasce de direita ou de esquerda), sempre se adota ou escolhe uma pela primeira vez, como disse, o racional seria investigar porque uma ideologia política dá certo e a outra não dá! Como é o caso da esquerda e da direita no mundo. Se a pessoa não faz isso, é porque é um maria vai com as outras! Ou simplesmente, este suposto “sapiens” não possui a capacidade cerebral de conduzir este processo de análise! E portanto não possui as qualidades esperadas de um “sapiens”. E então simplesmente ele faz parte da manada que se agrega à esquerda e à direita!  Estas duas correntes os utiliza para fazer “número” nas praças e nas avenidas, em demonstrações de apoio e de poder!  Estes manifestantes são referidos pela polícia burra, assim! (Tal demonstração tinha tal número de manadas) a imprensa mais burra ainda, diz: (Tal demonstração tinha tal número de manadas) números que nunca se igualam, pois ambos são fruto do empirismo. Estes, nunca compreenderão nada de política, muito menos será um teórico de qualquer uma das duas ideologias em conflito. Este pobre coitado, para aparecer perante seus colegas de ideologia termina fazendo uma autolavagem cerebral, e ai, nada o demoverá dessa ideia, se certa ou errada, ele nem está ligando, pois, perdeu completamente o senso crítico. Este processo de cartilhamento existe! Em ambas as ideologias. Não sei qual foi o monstro que inventou isso. Ou se é a própria manada que adota este processo de autoconvencimento para superar a dificuldade de analisar as duas ideologias! O certo é que a análise que se faz das duas ideologias nos diz taxativamente que a direita vem dando certo no planeta, e tem mais, a esquerda vem copiando os procedimentos da direita. Vamos a uma fria análise disso! Vejamos, a mais antiga mudança ocorrida, adotando a ideologia de esquerda, foi na Rússia, com a revolução bolchevique em 1917 quando tomaram o poder dos Czares, isto é história. Chamemos, como venho fazendo, este regime ideológico de “esquerda” outras nuances não vem ao caso. No ano de 1991 no dia 26 de dezembro o Soviete Supremo promulgou o ato de número 142H dissolvendo a URSS, e instituindo o estado democrático capitalista da Rússia. Gorbachov passou o poder para Yeltsin e C’est fini! Ninguém, nem de dentro nem de fora, deu sequer um tiro de estilingue, uma badocada para acabar com o regime de esquerda na URSS.  Na China, logo após a morte do Timoneiro, Adotou-se o capitalismo de mercado, a China dentro de pouco tempo vai ser a maior economia capitalista do planeta! E C’est fini!, Em Cuba o povo foge, ou morre de fome, as fugas nem são mais por ideologia, são por sobrevivência mesmo, os relatos estão aí aos milhares! Na Coreia é a mesma coisa, a fronteira vigiada, é para impedir a fuga do norte para o sul. Agora a famosa pergunta que não quer calar! Por que a américa latina ainda insiste na implantação da ideologia de esquerda? Seria por excesso de força, ou excesso de fraqueza?  Seria por excesso de inteligência ou por excessiva burrice? Os outros poucos países que insistem com a ideologia de esquerda, não serão citados. Dizem que os “sapiens” se desenvolveram utilizando a lógica, fazendo comparações, se comiam uma fruta com a casca e dava dor de barriga, da próxima vez tiravam a casca, se continuasse dando dor de barriga, deixavam de comer a fruta! E assim, tão facilmente, desenvolveram a famosa lógica! Creio que no planeta tem um significativo número de ETs, mandando por aqui, e que em seu planeta de origem, não se desenvolveu ainda, a benéfica capacidade de comparar…   

 NOSSOS AVÔS VAGABUNDOS, CAÇADORES E COLETORES

10* O certo é que não existe explicação para o falante de 50 ou 100 mil anos atrás ter se espalhado pelo globo todo, conhecendo tantas terras férteis! E terem passado tanto tempo vagabundando pelo mundo afora, sem nunca ter conseguido inventar uma horta sequer! Nem que fosse plantando um pé de cebola! Ora! Toda a humanidade do planeta sendo originária exclusivamente do vale Turkana na mãe África, foi dali que se irradiou para todas partes do globo. Assim! Não dá para entender porque, tanta indiferença com o sofrimento do povo africano!  Repetindo! Foi dali que a humanidade floresceu e partiu para todos os continentes! Quando assentou a bunda no chão do crescente fértil, entre os rios Tigres e o Eufrates, a primeira coisa que uma mulher inventou foi a lavoura, a segunda que os machos inventaram foi a guerra, disputando porcarias. E por isso que os ETs não pousam no planeta! Só temos notícias e fotos deles em seus voos! Já pensaram! Um Disco Voador pairando sobre uma estádio de futebol! Quando verem 22 malucos correndo atrás de uma bola, e um, mais maluco ainda usando um apito substituindo a fala! Vendo milhares se matando nas arquibancadas! Nunca mais voltarão aqui… Nem pagos! Nem mesmo convidados pelo Donald Trump… Talvez, se o Bolsonaro os convidar! Quem sabe…

O ESPÍRITO NOSTRADÂMICO

11* Tenho um afinado gosto pela previsão futurística! Sem a adoção do sentimento de “terraqueoismo”, nunca receberemos uma visita no terceiro grau de um ET qualquer! Ora! Não sejamos ingênuos! Deve existir outras civilizações, em nossa galáxia, e muito mais evoluídas tecnologicamente que a nossa, como disse um sábio no passado! Senão, seria um grande desperdício de espaço e de mundos! Somente na Via Láctea puseram a nossa disposição 400 (quatrocentos) bilhões de estrelas, a disposição pelo menos para tentar conta-las! Porque até hoje não conseguiram, a cosmologia nos diz que em nossa galáxia existe entre 100 (cem) e 400 (quatrocentos) bilhões de estrelas, “eita” computadorezinhos fuleiros dessa tão falada NASA! Será tão difícil estabelecer a distância média entre estas estrelas, e estabelecer o volume da nossa galáxia, a que chamamos de Via Láctea? Ai, seria fácil contar suas estrelas! Na verdade, nós estamos dentro da galáxia! E não conseguimos fazê-lo. Agora imagine o número de planetas existentes! E que não sabemos exatamente quantOs são! É de se esperar que em pelo menos alguns desses exoplanetas exista vida inteligente! Os telescópios modernos já descobriram quase quatro mil planetas. (Até 5 de setembro de 2018, existem 3823 exoplanetas em 2858 sistemas catalogados).  Sendo provável que outras civilizações, já devam ter resolvido o difícil problema que existe para se viajar entre as estrelas! Se recordem que para vencer as distâncias descomunais existentes entre as estrelas, obvio, tem-se que alcançar velocidades descomunais, e isto no momento nossa tecnologia não consegue fazer! A maior velocidade alcançada com um veículo tripulado foi de 40 mil km por hora. Ora! A estrela mais próxima da Terra é a “alfa centauri”, que está a uma distância de 4,35 anos luz. Mesmo considerando que viajaríamos a 50 mil km por hora, para vencer esta distância de 4,35 anos luz gastaríamos portanto: quase 94 mil anos! O que torna sem sentido tal empreitada! Somente para nos divertir! Vejamos como se chegou ao cálculo desta quantidade enorme de anos. Faremos isso utilizando simples aritmética, se treinarmos bem um tribal, ele o faz facilmente, como nós vamos fazer! Estou dizendo com isso, simplesmente que somos todos iguais! E que nenhum humano tem um neurônio a mais que outro. Um Tribal e um cientista da NASA, nada possuem que os diferenciem como “sapiens”.

O resto é puro conhecimento adquirido e nada mais.

A ARITMÉTICA

 12* Vamos ver quantos quilômetros possui 4,35 anos luz! Depois basta somente dividir por 50 mil km e teremos quantas horas gastaremos na viagem, ai fica tudo fácil. Bem! (365,25 dias x 4,35 anos = 1588, 8375 dias x 24 horas = 38.132,1 horas x 60 minutos = 2.287.926,00 minutos x 60 segundos = 137.275.560 segundos (cento e trinta e sete milhões e duzentos e setenta e cinco mil e quinhentos e sessenta) segundos. Agora é que a porca torce o rabo! Pois, vamos multiplicar este número de segundos pelo número de km que a luz percorre em um segundo, que é igual a 299.792.458 kms. Vamos lá, 137.275.560,00 kms x 299.792.458 kms = 4.11541813 /50.000 horas = 823.083.551 horas que agora dividimos por 24 horas = 34.295.147.963 dias, que dividimos pelos 365,25 dias de um ano e teremos o número de anos que gastaremos para ir a estrela “alfa centauri” = 93.894 (noventa e três mil e oitocentos e noventa e quatro anos. Viu como foi fácil calcular! O difícil é fazer esta viagem! Preste atenção para o fato de que gastaremos este tempo todo, somente na ida! Deu para compreender o quanto estamos isolados no universo? Mesmo aqui dentro de nossa galáxia! Porquê tamanho isolamento? Porquê?

A EXISTÊNCIA DE DEUS

13* Com minha mente escarafunchadora de tudo que vejo pela frente, e me causa dúvidas! Na realidade creio e prego aos quatro ventos que o universo é feito mais de dúvidas, que de outras coisas! (Claro, que para o “sapiens”). No dia 14 de maio de 2008 analisando o que seria a minha existência, isto é, em busca de uma razão lógica para minha existência, (eu foco em mim, meus estudos nessa área). Nesta data eu escrevi um ensaio com o título: (A EXISTÊNCIA DE DEUS), ensaio este, que também está postado nesse blog. Onde defendo ardorosamente o “princípio” de que a humanidade está somente no princípio do princípio do uso da enteléquia e da aquisição do conhecimento, e de que ela e o universo em que esta mesma humanidade habita, sejam os únicos geradores deste conhecimento. Refiro-me à humanidade, porque a lógica me diz que a humanidade pertence a um único e imenso organismo, a que chamo de “Grande Ser”. Na frente de todo mundo sigo eu, como o mais desinformado de todos os tolos “que somos”! Me considero o chefe dos idiotas que pensam que sabem alguma coisa! Como dizia Diderot!  “Pauvres philosophes!” Kant seu contemporâneo nos recomendava: “sapere aude!”. A frase de Diderot nos põe em nosso lugar! A de Kant nos estimula a avançar em busca do conhecimento. E assim continua a marcha da humanidade! Em busca do conhecimento e da verdade! Mas, uma “marcha feita isolada”, dentro do universo de cada um! Pois a ciência não sabe onde o universo externo termina! Quando disse que foco em mim, meus estudos sobre a existência humana! Não é por egoísmo! Antes, seria como lição, para que aprenda, e constantemente respeite as crenças e as burrices dos meus semelhantes. Faço meus estudos com foco somente no meu “Ser”! Não é por egocentrismo! Mas sim, porque eu estou disponível a todo instante, e mais perto de mim mesmo, e não tenho que acordar meus amigos para lhes interrogar nas madrugadas da vida.

Entendamos que a humanidade está inexoravelmente presa em seu belo sistema solar. Portanto, completamente isolada do imensurável universo que a envolve.

Certa vez, há muito tempo, quando ainda jovem, 35 anos, há uns 43 anos atrás, no Polo Petroquímico de Camaçari, raciocinando sobre nosso isolamento no cosmos, senti uma angústia tão grande no coração que chegou a doer! E então chorei como um menino! E me perguntei, porquê fizeram isso com a humanidade? Porque?

Edimilson Santos Silva Movér

Vitória da Conquista, Bahia

06 de novembro de 2018

77-99197 9768 

[email protected]oo.com.br

Acessem meu blog no endereço:

www.edimilsonmover.com