02 de dezembro de 2021

(77) 98833-0195

Estado encerra  convenio para caos de Covid 19 com HCC e,  Município também encerra  contrato com a Santa Casa a partir desta terça-feira, 28

Com ocupação hospitalar quase zerada, Estado tira HCC da lista de hospitais Covid-19 e Prefeitura encerra com o São Vicente

Foto Ilustração Obra de autoria do artista Alan de Kard Monumento em homenagem aos profissionais de saúde – virus/vacina

Na medida em que a vacinação contra Covid-19 no município avança, a taxa de ocupação hospitalar com pacientes de Vitória da Conquista cai e chega perto de zero. Na semana passada, seis conquistenses estava internados nos leitos SUS dedicados a pacientes com Covid-19 e nenhum em UTI do município.

Com a queda nas internações, o Hospital de Clínicas de Conquista (HCC), contratado pelo Governo do Estado, já não consta da relação no painel online de Acompanhamento de Leitos Covid-19 da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

A mesma medida está sendo tomada pelo Município, que encerra, nesta terça-feira (28), o contrato com o Hospital São Vicente de Paulo, da Santa Casa de Misericórdia.

No São Vicente, onde a Prefeitura mantém até esta segunda-feira (27) dez leitos de UTI e 20 de enfermaria, a ocupação total foi de seis pacientes entre o dia 22 e 26, sendo seis moradores de Vitória da Conquista na enfermaria e hoje apenas uma pessoa está internada.

Apesar de não ter ninguém internado na UTI do Hospital São Vicente de Paulo e apenas um paciente ocupando um dos leitos clínicos, a Prefeitura de Vitória da Conquista tinha a obrigação contratual de pagar R$ 480 mil mensalmente por cada um dos setores, no total de R$ 960 mil, ainda que os leitos não fossem ocupados. A forma de remuneração foi a solução encontrada para manter os leitos funcionando, depois que a Santa Casa anunciou que deixaria de prestar o serviço, em julho.

Considerando as duas situações, a queda nas internações, zeradas no caso da UTI e reduzida a um paciente na enfermaria, e o alto custo de manutenção da estrutura sem uso, o Município não manterá o contrato com a Santa Casa de Misericórdia a partir desta terça-feira (26). a instituição já foi informada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Com as decisões do Governo do Estado e da Prefeitura de descontinuar os contratos de aluguel de leitos para Covid-19, o boletim desta segunda-feira traz um aumento no percentual de ocupação, em razão da diminuição dos leitos do HCC e do São Vicente, restando o Hospital Regional de Vitória da Conquista (Hospital de Base), cuja capacidade instalada atende à atual demanda.

Matéria atualizada às 20h47, mudando a informação de que o contrato do Estado com o HCC foi cancelado, para a informação de que o hospital foi retirado do Painel de Acompanhamento de Leitos Covid-19 da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab).