15 de julho de 2024

(77) 98833-0195

Prefeita de Conquista Sheila Lemos assina  lei que institui o Programa Municipal de Habitação para o servidor Público.

O ato de assinatura da Lei  que institui o Programa Municipal de Habitação para o Servidor Público de Vitória da Conquista, realizado na manhã desta quinta-feira, 28, no salão nobre da casa Memorial Regeis Pacheco, contou com uma participação muito expressiva, de lideranças políticas, servidores municipais e, com a cobertura da imprensa local.

A prefeita ao receber inúmeros elogios e afagos dos representantes dos servidores  municipais de careira, lavou a alma, pois, durante toda essa semana, por conta, de um projeto de lei “das permutas” que tramitava na Câmara, a sua gestão havida sido muito criticada, inclusive, tendo uma derrota na votação do mesmo no plenário do legislativo. E na sua fala disse que não foi medido esforços para que fosse viabilizado este projeto, e levado para apreciação dos vereadores, e sendo aprovado, agora está sendo sancionado para que possa da os andamentos necessários para a construção da Vila do Servidor. E será realizado em três etapas de 300 unidades, com a soma   total de 900 apartamentos. E a quarta etapa será a entrega das chaves para o servidor que vier se inscrever no programa – que será financiado pela Caixa Econômica Federal.

“Hoje, nós servidores estamos em festa. Estou emocionado porque é um sonho de muito tempo que precisou de uma mulher de fibra para ser realizado. Está de parabéns. Isso sim que é um Governo para Pessoas”, declarou o vice-presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinserv), Zé Marcos Amaral, que, desde 2000, pleiteia a Vila do Servidor. O projeto ganha forma com a Lei nº 2.802, que institui o Programa Municipal de Habitação para o Servidor Público de Vitória da Conquista, sancionada pela prefeita Sheila Lemos, na manhã desta quinta-feira (28).

A prefeita afirmou que o momento é de emoção e alegria. “Com quase três anos à frente da gestão, temos muito desafios, mas muito amor e coragem para enfrentá-los e tornar essa cidade cada dia melhor para se viver e criar os nossos filhos. Fiquei emocionada com o depoimento do representante do Sinserv, porque ser mulher num cargo de liderança não é fácil. E realmente colocamos como principal missão tirar a Vila do Servidor do papel, trazendo os sindicatos para juntos construirmos esse projeto e avançarmos etapas”, disse.

Para diagnóstico, elaboração do projeto de lei e execução do programa foi criado o grupo de trabalho intersetorial, que contou com a colaboração dos três sindicatos classistas. Citando cada membro do GTI e as entidades que colaboraram, a prefeita os parabenizou pelo trabalho. “Temos um longo caminho para percorrer, mas lembrando de que é um caminho que está  sendo construído por vários atores: Governo, sindicatos, Câmara, Caixa Econômica e servidores. Agradeço a vocês e conto com todos para construirmos uma cidade que cuida de cada cidadão”.

 

O ato de assinatura ocorreu na Casa Memorial Régis Pacheco, com a presença de vereadores municipais, diretores dos sindicatos de Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias (Sindacs), do Magistério Municipal (Simmp) e do Sinserv e membros do Governo Municipal.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Social, Michael Farias, o dia de hoje é histórico. “Um governo liderado por uma mulher é que tem realmente proporcionado a participação popular. É muito bom ser liderado pela senhora que com determinação e sensibilidade coloca sonhos em prática. É dessa forma que a gente cuida das pessoas, inclusive dos servidores municipais”, declarou.

O presidente da Câmara Municipal, Hermínio Oliveira, parabenizou todos que participaram das discussões. “O projeto chegou em setembro na Câmara e foi tramitado de forma rápida. Um projeto muito bacana para o servidor municipal que incluiu também os servidores do Legislativo. Ficamos muito felizes por aprovarmos essa lei, sancionada pela prefeita, que dará mais dignidade”, disse o vereador, destacando ainda a área doada pela Prefeitura.

“O Sindacs vem lutando para consolidar essa vitória, por isso é muito importante está aqui hoje nesta sanção. A gente tem a alegria de falar para o servidor que nossa luta não foi em vão e que agora vemos concretizar”, disse o presidente do Sindicato de Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias (Sindacs), Rita Suzana França. O diretor de Saúde do Simmp, Jhoren Bomfim, destacou a visita ao projeto-piloto de Fortaleza, que fez com que o programa de Vitória da Conquista avançasse em algumas etapas. “Já sabemos sobre os percalços deles e a partir disso usamos outras estratégias, com a expectativa de termos mais sucesso ainda”.

O diretor municipal de Habitação de Interesse Social, Diêgo Gomes, que está à frente do GTI, agradeceu a oportunidade de conduzir o projeto. “Quis o destino que, enquanto servidor e com a determinação da prefeita, eu dirigisse esse projeto. Momento de muita alegria que só tenho que agradecer por essa oportunidade”. Ele revelou que a equipe já trabalha na elaboração do termo técnico para licitação referente à contratação da empresa responsável pela construção. O projeto constará de três etapas, cada uma com 300 residências.